photo 14237633_722014941270403_5199988319593368344_n_zpssnop4jmm.jpg

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Santiago foi atingida por uma forte ventania  no início da tarde desta quarta-feira, que derrubou árvores em bairros da região central, interrompendo algumas ruas. Dentre os casos mais graves, uma árvore caiu em cima de um van de transporte escolar particular, que estava estacionado na rua Dr Rivota, ao lado do Hospital Militar, além de levantar as raízes e derrubar postes e fiação. Na rua João Evangelista, no bairro Belizário, o telhado de uma casa foi atingido por outra árvore. Também houve destelhamentos em algumas casas e quedas de postes de luz e até de fachadas de lojas.
O prefeito Tiago Gorski e o vice Cláudio Cardoso mobilizaram as equipes da Secretaria de Obras e da Defesa Civil para fazer a retirada de árvores e acabaram também pegando nas motosserras e ajudando a agilizar o serviço. Os Bombeiros e as equipes da RGE Sul também auxiliaram. O rastro do vendaval causou prejuízos na rede elétrica e deixou a cidade parcialmente sem energia.
Veja mais fotos AQUI:


Foto e link total de:http://www.santiago.rs.gov.br/noticia/3476/22-02-2017/prefeitura-mobiliza-equipes-para-retirar-arvores-derrubadas-por-vendaval
A Secretaria de Gestão comandou uma ação em conjunto com a Secretaria de Obras, Planejamento e Patrulha Ambiental da Brigada Militar para verificar obras irregulares que estavam sendo feitas em área de preservação ambiental. Duas casas estavam sendo construídas a poucos metros de uma sanga no bairro Jardim dos Eucaliptos e o secretário Éldrio Machado deu ordem para que uma retroescavadeira da Prefeitura destruísse com as edificações. "Além de serem moradias irregulares, estavam sendo construídas em área de preservação ambietal, o que é um crime. Providenciamos o desmonte e pedimos que as pessoas denunciem casos semelhantes", afirmou Éldrio. A Patrulha Ambiental agora trabalha vai identificar e notificar os responsáveis.


Foto e link total de:http://www.santiago.rs.gov.br/noticia/3475/22-02-2017/prefeitura-impede-avanco-de-construcoes-em-area-de-preservacao-ambiental

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

No final da tarde desta segunda, os santiaguenses foram surpreendidos com uma chuvarada de quase 100 milímetros que veio céu abaixo em menos de 20 minutos. Era água demais em tempo de menos e isso ocasionou alagamentos em alguns bairros e também no centro. Conforme a secretária Denise Cardoso, os bairros mais atingidos foram o Nei Pereira, Jardim dos Eucaliptos, Irmã Dulce e Céu Aberto. A Prefeitura se agilizou e prestou atendimento a todos que buscaram ajuda ainda na segunda-feira. A Defesa Civil também prestou auxílio a diversos moradores, com corte de galhos e de árvores, dentro outros serviços.
Atendimento às famílias
A assistente social Rosane Esmério, coordenadora do Cras Volante Vó Angela, conta que foi agilizado rapidamente o atendimento às famílias dos bairros atingidos pela chuva e as equipes estão à postos para prestar atendimento. "Quem precisar, deve nos procurar e fazer o seu cadastro, especificar o que está precisando", afirmou.
Doações são bem-vindas
Conforme a secretária Denise Cardoso, as pessoas que foram atingidas devem procurar o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Vó Ângela e fazer a sua solicitação, que as assistentes verificam a necessidade de cada uma. Ela ressalta que doações de móveis, eletrodomésticos, geladeiros e utensílios são bem-vindos e podem ser encaminhados para a Secretaria de Desenvolvimento, que repassa às famílias.


Foto e link total de:http://www.santiago.rs.gov.br/noticia/3468/21-02-2017/desenvolvimento-social-auxilia-as-familias-atingidas-por-chuvarada
SIGA-NOS AQUI EM E-MAIL ADDRESS

1º TOP 10 DA NOVA! 2º TOP 10 DA NOVA! 3º TOP 10 DA NOVA! 4º TOP 10 DA NOVA! 5º TOP 10 DA NOVA! 6º TOP 10 DA NOVA! 7º TOP 10 DA NOVA! 8º TOP 10 DA NOVA! 9º TOP 10 DA NOVA! 10º TOP 10 DA NOVA!

MAIS LIDAS DA NOVA99FM

EQUIPE NOVA99FM
 photo anigif_zpstmf9c7vr.gif