photo 14237633_722014941270403_5199988319593368344_n_zpssnop4jmm.jpg

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O Governo Federal e Estadual vivem períodos de crise e, apesar do município de Santiago, estar com uma situação de estabilidade financeira, "é preciso fazer o dever de casa", como ressalta o prefeito Tiago Görski Lacerda. Para ele, economia é a palavra de ordem e por isso planejou diversos ajustes para que a Administração se mantenha com equilíbrio de caixa, dentre eles o enxugamento de cargos comissionados, dentre eles, os de secretários municipais. Na formação de seu secretariado municipal, ele nomeou cinco servidores do quadro de carreira, tanto como forma de valorizar quanto de economizar. "São servidores que tem os salários compatíveis ao valor que é pago aos secretários municipais", informou o prefeito. E das 10 secretárias, três ficarão sem titular, sendo assumidas por interinos. Além disso, o prefeito, o vice e os secretários não tiveram seus salários reajustados. A intenção do Tiago é de economizar R$ 72 mil por mês, o que significará R$ 936 mil durante o ano de 2017. Valor que será usado para investimentos diversos da Administração Municipal.


Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

SIGA-NOS AQUI EM E-MAIL ADDRESS

1º TOP 10 DA NOVA! 2º TOP 10 DA NOVA! 3º TOP 10 DA NOVA! 4º TOP 10 DA NOVA! 5º TOP 10 DA NOVA! 6º TOP 10 DA NOVA! 7º TOP 10 DA NOVA! 8º TOP 10 DA NOVA! 9º TOP 10 DA NOVA! 10º TOP 10 DA NOVA!

MAIS LIDAS DA NOVA99FM

EQUIPE NOVA99FM
 photo anigif_zpstmf9c7vr.gif