photo 14237633_722014941270403_5199988319593368344_n_zpssnop4jmm.jpg

sexta-feira, 31 de março de 2017

Mais de 80 pessoas e 22 prefeitos acompanharam o Painel RBS, ocorrido na tarde de quarta-feira (29), no Recanto Maestro, em Restinga Seca. O painel foi integrado pelo presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, presidente do Corede da Região Central, Silon Procath, e também do economista e professor do curso de Economia da Unifra José Maria Pereira. O painel contou com a mediação do jornalista e apresentador do RBS Notícias, Elói Zorzetto.
Durante mais de duas horas foram debatidos temas como a situação financeira dos municípios e as dificuldades enfrentadas pelos gestores. Os prefeitos mostraram-se preocupados com as crises em que passam os governos federal e estadual e que acabam por impactar diretamente os municípios.
Os gestores afirmam que há pouca ou quase nenhuma margem para investimentos. E, no máximo, será possível manter salários em dia e promover um maior corte de gastos.
O presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, destacou que apenas 18% do que é arrecadado com impostos no país fica com os municípios. A União fica com a maior fatia, de 57%, e os Estados recebem os 25% restantes. 
“A União é quem vive às custas dos municípios. A riqueza é produzida nos municípios, mas o governo federal é quem fica com a maior fatia do bolo”, avaliou Ziulkoski.
O presidente do Corede da Região Central, Silon Procath, acredita que a solução para que os municípios superem o momento de recessão passa obrigatoriamente pela busca de soluções conjuntas que podem ser protagonizadas pelas cidades da região. “A Metade Sul do Estado é pobre e a saída está em os municípios se apoiarem por meio de consórcios”, complementa Prochat.
O economista e professor da Unifra José Maria Pereira avalia que o momento econômico e financeiro do Estado e do país são críticos. Mas ele recorda que as crises são cíclicas e que as prefeituras precisam trabalhar com planejamento e gestão. A dica dele é que os prefeitos tenham sempre um orçamento realista e com os pés no chão.
“As crises são cíclicas. A palavra de ordem é planejamento e os gestores precisam ser criativos em buscar formas próprias de aumentar as suas receitas. Entendo que o maior problema é a crise de gestão pública”, sustenta Pereira.


Foto e link total de:http://www.santiago.rs.gov.br/noticia/3546/30-03-2017/prefeitos-da-regiao-central-discutem-desafios-dos-municipios
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

SIGA-NOS AQUI EM E-MAIL ADDRESS

1º TOP 10 DA NOVA! 2º TOP 10 DA NOVA! 3º TOP 10 DA NOVA! 4º TOP 10 DA NOVA! 5º TOP 10 DA NOVA! 6º TOP 10 DA NOVA! 7º TOP 10 DA NOVA! 8º TOP 10 DA NOVA! 9º TOP 10 DA NOVA! 10º TOP 10 DA NOVA!

MAIS LIDAS DA NOVA99FM

EQUIPE NOVA99FM
 photo anigif_zpstmf9c7vr.gif