photo 14237633_722014941270403_5199988319593368344_n_zpssnop4jmm.jpg

segunda-feira, 22 de maio de 2017




“Durante muito tempo tivemos que provar ao mercado nosso verdadeiro valor. No começo da carreira, quando os vendedores da AudioMix sugeriam nosso nome aos contratantes, invariavelmente vinham aquelas perguntas desconfiadas: ‘Quem são Matheus & Kauan? Será que o público vai gostar deles?”, relembra pensativo Matheus Aleixo ao mesmo tempo em que estufa o peito, aliviado, por ter colocado a dupla com o irmão no topo do show business nacional. “Sempre que acontecia isso, a gente procurava se empenhar ainda mais, tanto no palco quanto na interação com o público, para mostrar que a contratação tinha valido a pena”, explica ele que, ao lado do irmão, promove o projeto Na praia 2 (Universal Music), gravado no Rio de Janeiro e que reúne CD e DVD.
A dupla ganhou visibilidade no final de 2011, ao se apresentar no Festival Caldas Country, em Caldas Novas (GO). No ano seguinte foi contratada pela AudioMix. Ótimo compositor, logo o caçula Matheus teve suas músicas gravadas por artistas como Luan Santana, Michel Teló, Jorge & Mateus e Bruno & Marrone – fato que, aliado ao trabalho de marketing feito pela empresa, foi posicionando a dupla no mercado. “O Marquinho (Araújo, sócio da AudioMix) sempre foi muito carinhoso com a gente. Ele dizia: vamos sem pressa, crescendo um pouco por dia. É só trabalhar sério, com foco, que tudo dará certo”, recorda Matheus. Em 2015, os irmãos lançaram o álbum Face a face, com várias faixas que se tornariam sucesso nas rádios, como a que dá título ao produto, Que sorte a nossa, Ser humano ou anjo, Se tem paixão e Mundo paralelo.
Mas o divisor de águas na carreira de Matheus & Kauan aconteceria em agosto de 2015, mais uma vez graças a uma jogada de mestre de Marcos Araújo. “Ele chegou um dia até nós e disse: que tal gravarmos um DVD no Lago Paranoá, em Brasília, num clima de luau? Adoramos a ideia, mas não sabíamos que a gravação aconteceria uma semana depois e que o projeto exigia material inédito. Então, me obriguei a compor de um dia pro outro faixas que acabaram explodindo como O nosso santo bateu (parceria com Pacheco) e Decide aí (com Filipe Escandurras e Felipe Oliver)”, afirma Matheus, responsável também pela produção musical dos últimos álbuns da dupla (ao lado de Daniel Silveira).
LUAU DE NOVO
Na praia 2 foi gravado ao vivo, no Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, na praia do Leblon, no Rio de Janeiro, em setembro do ano passado. CD e DVD estão sendo comercializados desde o final de março, assim como o projeto digital – nas versões simples, com 17 faixas, e Deluxe, com o repertório completo do DVD (23 faixas). Como no projeto anterior, antes do lançamento oficial a AudioMix e a Som Livre disponibilizaram na rede alguns áudios ou vídeos da gravação – das faixas Te assumi pro Brasil, que já passa de 150 milhões de visualizações, Oitava dose (46 milhões), A nossa praia (10 milhões), Do teto ao chão (8 milhões), Papel amassado (8 milhões), Exclusividade (9 milhões) e Batom na camisa (7 milhões). “É uma forma de estreitarmos os vínculos com os fãs e de avaliarmos o poder de cada canção. Desde o início da carreira, decidimos investir na web e em suas ferramentas, pela identificação do nosso som com a juventude”, diz Matheus. Hoje, a dupla está entre os artistas do país com maior visualização no YouTube e maior movimento em plataformas como Spotify – só neste serviço, a média mensal de streams é de 30 milhões.
Tanto sucesso entre os fãs se reflete na agenda de shows e no valor de cachê – atualmente os irmãos são o segundo produto mais requisitado da AudioMix, atrás apenas de Jorge & Mateus. Pouca gente sabe, mas outra vez o feeling de Marcos Araújo funcionou para o posicionamento da marca vitoriosa em que se transformou Matheus & Kauan, conforme explica nosso entrevistado. “Desde o início, o Kauan fazia a primeira voz. Em 2013, quando íamos gravar nosso primeiro DVD (Mundo paralelo ao vivo), o Marquinho e o Wendell Vieira (seu sócio da AudioMix) sugeririam que eu assumisse essa função, alegando que minha voz era marcante, criaria uma identidade própria. Assim, o som da dupla se diferenciaria de Jorge & Mateus, nossos ídolos e principal inspiração”, afirma. Dito e feito!
Cansado com a maratona de shows, que chega a superar 20 por mês, mas feliz pelo ótimo momento vivido pela dupla, Matheus revela seu próximo desejo profissional: “Gostaria muito de gravar um disco com a participação de duplas consagradas de outras gerações, como Chitãozinho & Xororó e Bruno & Marrone”. Só falta agora Marcos Araújo aprovar a ideia.


Foto e link total de:https://web.portalsucesso.com.br/entrevistas/matheus-kauan
Reações:
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

SIGA-NOS AQUI EM E-MAIL ADDRESS

1º TOP 10 DA NOVA! 2º TOP 10 DA NOVA! 3º TOP 10 DA NOVA! 4º TOP 10 DA NOVA! 5º TOP 10 DA NOVA! 6º TOP 10 DA NOVA! 7º TOP 10 DA NOVA! 8º TOP 10 DA NOVA! 9º TOP 10 DA NOVA! 10º TOP 10 DA NOVA!

MAIS LIDAS DA NOVA99FM

EQUIPE NOVA99FM
 photo anigif_zpstmf9c7vr.gif